Estamos ao seu dispor

Deseja ser contactado?

Clique aqui.

 

Redes sociais

Siga os nossos canais online. 

Facebook

Youtube

Linkedin

 

Projetos de Responsabilidade Social GRENKE

Aqui encontrará toda a informação sobre as acções GRENKE, no âmbito dos seus programas de responsabilidade social. 

 

Acreditar Norte e Sol Sem Fronteiras

Em junho de 2018, no âmbito das comemorações dos seus dez anos de existência, a GRENKE doou 5€ por cada presença nos seus eventos no Porto e em Lisboa, mais 1€ por cada novo seguidor nas suas redes sociais, dividido pelas duas associações, uma em cada cidade. Conseguimos assim contribuir com 1.817€ para a Acreditar Norte, no Porto, e com 1.817€ para a Sol Sem Fronteiras, em Lisboa.

 

Novo Mundo, Terra dos Homens, APEPI, CAT Mão Amiga e ASA

No Natal de 2017, a GRENKE decidiu surpreender 89 crianças e jovens de diferentes instituições em Lisboa, Leiria, Porto e Madeira. Oferecemos um presente especial a cada um com o objetivo de tornar esta época mais feliz. As instituições que contaram com a colaboração da GRENKE foram a Novo Mundo, Terra dos Homens, APEPI - Centro Acolhimento A Magia dos Afectos, CAT Mão Amiga e a ASA.

 

Bombeiros Voluntários de Anadia

Em outubro de 2017, a GRENKE, através de uma acção que decorreu durante os seus eventos “Um Mundo de Oportunidades”, no Porto e em Lisboa, doou 5€ por cada participante nos mesmos, contribuindo com 3.000€ para os Bombeiros Voluntários de Anadia.

 

Caritas

Durante o mês de Junho de 2017 os vários incêndios que tragicamente assolaram a zona de Pedrógão Grande causaram perdas humanas e materiais irreparáveis. 

A GRENKE e a sua equipa uniram-se para apoiar as várias famílias afetadas por esta catástrofe efetuando um donativo de 2.500€, através da Conta Solidária criada pela Cáritas e promovendo esta iniciativa nas suas redes sociais com intuito de angariar mais donativos para esta iniciativa.

 

The Big Hand

A the big hand é uma organização que pretende contribuir para o desenvolvimento das comunidades onde atua, através do seu modelo pedagógico centrado na criança. 

 

A GRENKE, ao abrigo do programa Escola Amiga da the big hand, promoveu a criação de uma sala de informática em Chimoio, em Moçambique, com o objetivo de possibilitar o desenvolvimento de toda a comunidade local. Este projeto potenciou o nascimento de uma relação próxima e de continuidade em termos de colaboração, o que levou ao prolongamento do apoio e à recuperação de quatro escolas no país dentro do mesmo programa.

 

AMBCVL

A Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar é uma instituição sem fins lucrativos fundada em 1994. O seu objetivo é criar e melhorar as infraestruturas de apoio direto à comunidade residente, nomeadamente iluminação pública, segurança policial, limpeza urbana, recintos desportivos e zonas verdes.
O projeto de doação de equipamento informático (dois computadores e uma impressora) permitiu à Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar iniciar aulas de introdução às Novas Tecnologias da Informação para os seniores do seu espaço de convívio sénior, tendo em vista a promoção de um envelhecimento ativo.

 

Cruz Vermelha Portuguesa

A Cruz Vermelha Portuguesa atua em cenários emergentes de conflitos armados e/ou de desastres e catástrofes naturais, tanto em território nacional como internacional.
A GRENKE é uma empresa parceira da Cruz Vermelha Portuguesa e assume publicamente o seu compromisso/responsabilidade com a defesa da vida, da saúde e da dignidade humana. No âmbito desta ação, esteve a doação de 25 mil euros, que foram angariados, em substituição das tradicionais prendas de Natal e doadas à Cruz Vermelha.

 

Comunidade Vida e Paz

A Comunidade Vida e Paz é uma organização que apoia os sem-abrigo, com o objetivo de os reinserir como cidadãos participativos na sociedade.

 

A GRENKE tomou conhecimento da Comunidade Vida e Paz através de um dos seus colaboradores. Em 2010, decidiu angariar fundos para a aquisição e a manutenção de uma carrinha, através da doação de 25€ por cada contrato efetuado pelos seus clientes. O objetivo foi conseguido.

 

Horas de Sonho

Dedicada às necessidades dos pais e das crianças, as Horas de Sonho colocam à disposição das famílias um conjunto de atividades de verão direcionadas para crianças dos dois aos 10 anos. O objetivo é proporcionar um conjunto de novas experiências, nunca esquecendo que as férias escolares significam tempo de descanso e lazer, mas também de acompanhamento e crescimento. 

 

APN

A Associação Portuguesa de Doentes Neuromusculares nasceu com o objetivo de criar melhores condições de vida aos portadores de deficiências neuromusculares e seus familiares, promovendo os seus direitos, facultando auxílio material, moral e técnico e lutando pela maior facilidade de acessos às habitações e lugares públicos.
Seguindo a sua política de responsabilidade social, a GRENKE efetuou um donativo à Associação Portuguesa de Doentes Neuromusculares, que se tem dedicado à criação de melhores condições de vida aos portadores deste tipo de doenças e seus familiares.

 

ISU

O ISU - Instituto de Solidariedade e Cooperação Universitária é uma organização não-governamental para o desenvolvimento (ONGD) cujo leque de atuação desenvolve-se com base em quatro linhas de fundo: o voluntariado, a cooperação, a educação para o desenvolvimento e o combate à exclusão social.

 

O projeto Nô Djunta Mon (NDM), em Gabu e Contuboel, Guiné-Bissau foi totalmente financiado pela GRENKE. A empresa de renting informático tomou conhecimento do trabalho realizado pelo ISU através de um dos seus colaboradores, depois de este ter frequentado o Curso de Formação Geral para o Voluntariado desta ONGD. A GRENKE considerou o NDM um projeto interessante, eficaz e digno de apoio, e estabeleceram-se contactos para tal. 

 

O projeto teve um custo de cerca de 7 mil euros. Foi realizado ainda outro projeto no sul da Guiné-Bissau, em Cacine (Cassacá), com outro grupo de quatro voluntários. Este foi financiado através de diferentes atividades de angariação de fundos, realizadas pela equipa de financiamento do ISU e por outros pequenos apoios institucionais.
A GRENKE também apoiou diretamente o envio de um contentor de livros para Bissau.

 

ASAS

A ASAS é uma instituição particular de solidariedade social sem fins lucrativos, constituída com o objetivo de promover e contribuir para a proteção e apoio de grupos da população local mais carenciados e desfavorecidos, principalmente as crianças e os jovens. A sua visão é transformar o mundo numa sociedade em que todas as pessoas possam ser cidadãos autónomos de pleno direito. E para isso, a ASAS necessita de toda a ajuda possível de organizações, empresas e anónimos para continuar o seu projeto.

 

K´CIDADE

O K'CIDADE - Programa de Desenvolvimento Comunitário Urbano tem como missão capacitar comunidades urbanas excluídas com vista à melhoria da sua qualidade de vida.

 

A parceria da GRENKE com o K´CIDADE teve como objetivo apoiar o núcleo da Alta de Lisboa. A empresa de renting participou ativamente em algumas das atividades, ao ponto de envolver a sua equipa em pequenas ações que visam o desenvolvimento e melhoramento direto da comunidade e seus intervenientes.

 

GIRA

A GIRA – Grupo de Intervenção e Reabilitação Activa, é uma associação de pais, amigos e técnicos sensibilizados para a problemática da saúde mental, conscientes das necessidades e dificuldades existentes na área. A sua intervenção centra-se nas áreas formativa, residencial, social e cultural.

 

APEAL

A Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar embarcou na aventura, séria, de tentar ajudar os seus filhos e todos os outros alunos do agrupamento de escolas a terem uma melhor educação escolar.

 

A GRENKE participa em projetos dinamizados pela associação, sendo uma presença assídua nas ações da mesma, quer como patrocinador, quer como participante.

 

Acreditar

A Acreditar ajuda as crianças e as suas famílias a superarem melhor os diversos problemas que se colocam a partir do momento em que é diagnosticado o cancro, contribuindo para fomentar a esperança. E há, de facto, razões para fundamentar essa esperança. Atualmente, cerca de 75% dos casos de cancro infantil podem ser totalmente curados e, a cada dia que passa, registam-se progressos na luta contra a doença.